Afeganistão: Médica em Kandahar afirma ter sido espancada pelo Talibã

Uma médica da província de Kandahar, no Afeganistão, afirmou que sua casa foi invadida pelo Taleban e que ela foi espancada junto com seus familiares e um vizinho, informou a mídia local.


Imagem representativa. Crédito da imagem: ANI
  • País:
  • Afeganistão

Uma médica no Kandahar do Afeganistão província alegou que sua casa foi invadida pelo e ela foi espancada junto com seus familiares e um vizinho, informou a mídia local. Fahima Rahmati, que também é ativista civil, disse em um videoclipe que o também levaram seus telefones celulares durante a invasão em sua casa na noite de domingo (hora local), informou Khaama Press.

Rahmati disse que ela não era uma ex-funcionária do governo nem tinha uma arma em sua casa, a não ser o queria levar consigo seus irmãos. Funcionários provinciais em Kandahar A província disse que não tem conhecimento da operação e vai investigar o caso e levar os culpados à justiça, informou Khaama Press.

Fahima Rahmati é médica local e dirige uma fundação de caridade em Kandhar província e ajudando famílias pobres. 'Dois dos meus irmãos ainda estão desaparecidos, espero que o Emirado Islâmico do Afeganistão vai ouvir minha voz, meus dois irmãos, meu cunhado e dois cunhados de minha irmã ainda estão faltando, onde estão e com quem estão? ' Khaama Press citou Rahmati como tendo dito.



mikasa s4

Enquanto isso, o Taliban na semana passada formou o provisório 'Emirado Islâmico' nomeando linha-dura em seu novo governo. A lista anunciada pelo porta-voz chefe Zabihullah Mujahid foi dominado por membros da velha guarda do grupo, sem mulheres incluídas.

O mulá Mohammad Hasan Akhund, chefe do poderoso órgão de decisão do Taleban 'Rehbari Shura' chefiará o novo governo 'interino' no país. entrou em Cabul em 15 de agosto, após um avanço rápido e agressivo contra as forças governamentais em meio à retirada dos EUA e da NATO tropas do país. (ANI)

(Esta história não foi editada pela equipe do Top News e é gerada automaticamente a partir de um feed distribuído.)