Chile investiga colapso no projeto de mineração Antofagasta Minerals

16 de agosto - O regulador ambiental do Chile disse na terça-feira que iniciou uma investigação depois que ondas gigantes causaram o colapso de uma plataforma de construção pertencente a um projeto da Antofagasta Minerals na costa norte do país.


 Chile investiga colapso no projeto de mineração Antofagasta Minerals
Crédito de imagem da imagem representativa: Pixabay
  • País:
  • Pimenta

O regulador ambiental do Chile disse na terça-feira que iniciou uma investigação depois que maremotos causaram o colapso de uma plataforma de construção pertencente a um projeto da Antofagasta Minerals na costa norte do país. O chefe do escritório regulador ambiental SMA do Chile em Coquimbo, Gonzalo Parot, disse que a estrutura que desabou na segunda-feira incluía um guindaste e um gerador com tanque de combustível e óleo, que ainda não foram recuperados devido ao mau tempo.



Em um comunicado gravado, Parot disse que a empresa foi condenada a “realizar monitoramento por hora por drones para garantir que não haja derramamento”. Adicionando que as amostras também seriam retiradas da praia. A plataforma de construção estava sendo usada para obras no projeto de infraestrutura complementar INCO da mina de cobre Los Pelambres, que inclui uma usina de dessalinização. A Antofagasta Minerals não relatou o impacto do incidente no cronograma do projeto.

Em nota, a empresa disse que havia um plano para recuperar todos os elementos da estrutura desmoronada e que, embora não tenha detectado danos ambientais, uma empresa especializada vai monitorar a área 'caso possa aparecer algum vestígio de contaminação'. (Reportagem de Fabián Andrés Cambero; Redação de Alexander Villegas Edição de Marguerita Choy)