O início rápido do Golf pode ser a chave para a vitória da Europa, diz Jacklin

Um início rápido pode ser a chave para outra vitória da Europe Ryder Cup, diz Tony Jacklin, o tetracampeão da equipe, observando que os homens de Padraig Harrington poderiam aprender uma lição com as mulheres que dispararam dos blocos a caminho da vitória no Solheim Xícara. Com o evento bienal de volta em solo americano pela primeira vez em cinco anos e as restrições de viagem do COVID-19 em vigor, o exército de fãs europeus estará ausente do Estreito de Whistling, deixando os homens de Harrington para enfrentar uma atmosfera super-carregada ao longo dos três anos. competição do dia.


Imagem representativa Crédito de imagem: ANI

Um início rápido pode ser a chave para outra Europa Ryder Cup vitória, diz Tony Jacklin, o quatro vezes capitão da equipe, observando que Padraig Harrington's os homens poderiam aprender uma lição com as mulheres que dispararam para fora dos quarteirões no caminho para a vitória no Solheim Xícara.

Com o evento bienal de volta à América solo pela primeira vez em cinco anos e as restrições de viagem COVID-19 em vigor, o exército usual da Europa os fãs estarão ausentes de Whistling Straits deixando os homens de Harrington para enfrentar uma atmosfera super-carregada durante a competição de três dias. Um início rápido na sessão de abertura do quarteto na sexta-feira pode ajudar a diminuir o entusiasmo, privando os americanos da energia que pode alimentar uma corrida inicial própria.

Foi uma configuração semelhante em Solheim Copa sediada por theU.S. este mês com os europeus vencendo três dos quatro primeiros quatro quartas-de-final antes de defender com sucesso o título. 'Eu acredito de um europeu ponto de vista se pudéssemos começar rapidamente como, por exemplo, o meninas fizeram no Solheim , vai ajudar ', disse Jacklin à Reuters. 'Eu acho que você vai ver alguns pares muito fortes nos primeiros dois dias na Europa fim das coisas.



ji chang wook e kim yoo jung

'Se eles conseguirem começar rápido, acho que teremos boas chances. 'Você não pode ganhar no primeiro dia, mas pode meio que perdê-lo, é importante para a Europa para começar rápido porque haverá 10 vezes o número de adeptos como haverá europeu. '

WhoHarrington vai jogar fora para liderar na sexta-feira continua a ser informações confidenciais com o capitão recusando-se a revelar sua mão. A única dica, Harrington ofereceu é que seus homens iniciais provavelmente experimentaram a Copa do Ryder caldeirão e ele tem muito disso para usar em Ian Poulter, Lee Westwood , Rory McIlroy e Sergio Garcia.

'Obviamente, Europa tem uma equipe forte quando se trata de experiência, 'Harrington disse. 'Isso é bastante relevante quando você está jogando uma partida fora. 'Se você tivesse dois jogadores, um experiente e outro com habilidades diferentes, certamente em uma partida fora de casa, você estaria procurando por experiência.

'Certamente é bastante experimentado e testado na Europa que iremos com experiência quando viermos aqui. ' Embora um começo brilhante seja bem-vindo pelos europeus , a história recente indica que não é necessário para o sucesso.

A Europa não ganhou a sessão de abertura da aRyder Cup desde 2006, mas nos seis eventos desde então ergueu o troféu quatro vezes. Os EUA. já venceu cinco vezes (incluindo uma vantagem de 3-1 no fourball da manhã em 2018) e houve um empate em 2012, de acordo com pesquisa fornecida pelo Elias Sports Bureau.

(Esta história não foi editada pela equipe do Top News e é gerada automaticamente a partir de um feed distribuído.)