Tenente-General Evelyn Ntshinga nomeado Vice-Comissário Nacional para a Detecção de Crimes

Em nota, o porta-voz da polícia, brigadeiro Vishnu Naidoo, disse que o posto ficou vago em 8 de julho, após o falecimento prematuro do tenente-general Sindile Mfazi.


Ela traz consigo uma riqueza de conhecimento e experiência, tendo servido à organização em várias facetas do policiamento de 1985 até hoje, diz o comunicado. Crédito de imagem: Twitter (@SAgovnews)
  • País:
  • África do Sul

Comissário da Polícia Nacional, General Khehla Sitole , nomeou o Tenente General Liziwe Evelyn Ntshinga como Comissário Nacional Adjunto (DNC) para Detecção de Crimes.

Em nota, o porta-voz da polícia, Brigadeiro Vishnu Naidoo disse que o posto ficou vago em 8 de julho, após o falecimento prematuro do tenente-general Sindile Mfazi.

Até o mês passado, a General Ntshinga era a Comissária Provincial do Cabo Oriental, cargo que ocupava desde julho de 2016.



Naidoo disse que o General, que tem um diploma B-Tech em Policiamento após obter um Diploma Nacional em Policiamento na Technikon South Africa, está atualmente estudando para obter um diploma M-Tech em Investigação Forense, com foco particular em Gerenciamento de Projetos, Métodos Forenses e Técnicas e Inteligência.

“Ela traz consigo uma riqueza de conhecimento e experiência, tendo servido à organização em várias facetas do policiamento de 1985 até hoje”, diz o comunicado.

Sua carreira dentro do ambiente de detetive começou em dezembro de 1992, quando atuou como investigadora entre as patentes de Policial para Inspetor (agora Suboficial) na Unidade de Ofensas Sexuais de Park Road e, posteriormente, na Unidade de Proteção à Criança.

Em setembro de 2001, Ntshinga continuou como investigador, mas desta vez em Investigações de Crimes Organizados em Bloemfontein antes de se tornar o Comandante Provincial Interino desta Unidade em 2003 no nível de Superintendente Sênior.

Em 2004, ela foi nomeada Chefe de Seção no nível de Brigadeiro responsável por Normas e Monitoramento de Políticas, ainda no campo de investigações de Crime Organizado.

Em 2010, Ntshinga foi nomeado Chefe Provincial da Direcção para Investigação de Crimes Prioritários (DPCI) a nível de Major-General na Província do Cabo Setentrional.

Sitole desejou boa sorte à Vice-Comissária Nacional em seu novo cargo.

'Dada a sua vasta experiência e conhecimento da área de detetive e forense, estou confiante de que o General Ntshinga agregará um valor muito necessário dentro do ambiente de detetive e forense', disse ele.

Ntshinga assumirá seu posto em 1 de setembro de 2021 e será responsável pela Divisão: Inteligência Criminal, bem como pela Divisão: Serviços de Detetives e Forenses.

(Com contribuições do comunicado à imprensa do governo sul-africano)